Página Inicial

Paragominas (PA) sedia assembleia da Aprosoja Brasil

Publicado em 24 de maio de 2017

A Associação dos Produtores de Soja do Pará (Aprosoja Pará) promoveu nesta terça-feira (23/5), em Paragominas (PA), a assembleia da Aprosoja Brasil com produtores de todo o país. Fizeram parte da pauta da assembleia temas como a negociação com o governo para o pagamento do Funrural ? que deve ser resolvida com a publicação de uma Medida Provisória por parte do governo federal ainda nesta semana.

Também foram discutidos assuntos que estão em tramitação no Congresso Nacional, como a compra de terras por estrangeiros, o uso de defensivos químicos nas lavouras, as propostas de reforma trabalhista e licenciamento ambiental, além da proposta de fusão entre a Bayer e a Monsanto, que vem sendo analisado pelo Conselho Administrativo de Desenvolvimento Econômico (Cade).

O presidente da Aprosoja PA, Vanderlei Ataídes, destacou a importância do encontro. ?Paragominas é a principal região produtora do Pará. Recebemos aqui os representantes da Aprosoja de diversos estados do país que vieram conhecer a pujança do agronegócio na nossa região. Discutimos vários cenários em busca de soluções para os grandes desafios que o produtor enfrenta?, afirmou.

Na abertura do encontro, os produtores ouviram palestra do pesquisador Lourenço Carrasco, que atrelou as dificuldades do agronegócio brasileiro à falta de um projeto de desenvolvimento para o Brasil. ?O Brasil vem sendo sabotado por diversos atores internacionais que atuam contra o Brasil nas áreas econômica, energética, indigenista, ambiental, entre outros. Os produtores agrícolas precisam pensar em um projeto de desenvolvimento. O mundo faz disputas por energia, mas alimento é mais importante e o Brasil é protagonista?, frisou Carrasco, que é autor de publicações, como o Máfia Verde.

Estiveram em Paragominas representantes do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Tocantins, Maranhão, Piauí e Pará. Sediada em Brasília, a Aprosoja Brasil representa 90% dos produtores do grão no país.

Fonte: Aprosoja Brasil